Produção das fábricas contrai pelo sétimo mês no Japão

Posted in Japão, Notícias with tags , on 1 de agosto de 2019 by vistoconsular

As empresas reduziram os estoques e as compras de insumos para manter os custos, segundo uma pesquisa

produção fábricas
A produção das fábricas contraiu pelo sétimo mês e caiu no ritmo mais rápido em quatro meses, sugerindo que a redução está atingindo a economia japonesa, dependente de exportação, segundo um relatório.

“Os indicadores prospectivos da pesquisa sugerem que os fabricantes no Japão estão preparados para outro trimestre difícil, já que as empresas reduziram os estoques e as compras de insumos para manter os custos”, disse Joe Hayes, economista da IHS Markit, que compila a pesquisa.

O enfraquecimento da leitura de julho se ajusta aos números oficiais, como a produção industrial e as exportações, mostrando que a economia está sentindo o aperto do impasse comercial entre os EUA e a China e a demanda enfraquecendo globalmente.

Itens individuais no relatório enfatizaram ainda mais as perspectivas sombrias para o Japão, a terceira maior economia do mundo.

O total de novos pedidos e as novas encomendas de exportação mostraram novamente retração, embora a um ritmo reduzido em comparação com junho.

Os níveis de compras das empresas estavam no menor nível em três anos devido ao enfraquecimento dos requisitos de produção e aos volumes de estoque já suficientes.

“Mais sinais de que a desaceleração da indústria tornou-se profundamente enraizada ficou evidente nos dados de preços”, disse Hayes, da IHS Markit.

“Os custos de produção foram reduzidos no ritmo mais rápido em quase três anos, em meio a esforços crescentes para estimular a demanda lenta”, acrescentou.
Fonte: Alternativa com Reuters

Anúncios

Setor de transporte marítimo paga salário de ¥470 mil, mas não atrai jovens no Japão

Posted in Japão, Notícias with tags , , on 25 de julho de 2019 by vistoconsular

Mais da metade dos trabalhadores dessa área tem mais de 50 anos
transporte marítimo japao
O setor de transporte marítimo de carga está passando por um grave problema de falta de mão de obra no Japão, segundo uma reportagem da emissora NHK.

Apesar do salário médio de ¥470 mil, as empresas do setor não estão conseguindo contratar jovens. E quando aparecem trabalhadores novos, muitos deles desistem nos primeiros meses.

Mais da metade dos trabalhadores do setor tem mais de 50 anos, segundo a NHK. O tipo de função pode variar de acordo com a experiência e os cursos feitos pelos candidatos, mas de uma forma geral o trabalho é pesado.

O principal motivo para a falta de mão de obra pode estar no sistema de trabalho. Os funcionários das empresas de transporte marítimo normalmente ficam três meses dentro de um navio e depois descansam um mês.

Eles trabalham cerca de 14 horas por dia e não podem reclamar do excesso de carga horária porque o setor não precisa obedecer as normas trabalhistas impostas pelo governo. Há uma lei específica que dita as regras, chamada Senin-hou (船員法), ou Lei para Tripulantes de Navios.

Um trabalhador com idade na faixa dos 40 anos disse à NHK que foi atraído pelo salário e pela possibilidade de promoção corforme for adquirindo experiência e técnica.

Um homem de aproximadamente 50 anos que atua no setor reclamou do estresse, que é sentido principalmente quando o fim do trabalho é prorrogado e o descanso de um mês diminui.

O transporte marítimo é um importante setor no Japão e só perde para os caminhões em volume de carga.
Fonte: Alternativa

Sharp fechará unidades em Nara e Osaka

Posted in Fábrica no Japão, Japão, Notícias with tags , , , , on 8 de julho de 2019 by vistoconsular

O fechamento não somente reduzirá custos indiretos, mas também ajudará a Sharp a melhorar suas capacidades de desenvolvimento de produtos

sharp
A Sharp fechará suas bases em Katsuragi (Nara) e Hirano (Osaka), ambas no oeste do Japão, dentro do ano fiscal de 2020, soube-se em 05 de julho.

A fabricante de eletrônicos consolidará as funções das duas bases na de Yao, em Osaka. Nenhum funcionário será demitido.

A base de Katsuragi, que tem cerca de 300 trabalhadores, conduz pesquisa e desenvolvimento de painéis solares.

Cerca de 500 funcionários trabalham na base de Hirano, que lida com vendas de impressoras multifunções e tem uma instalação para reparo de eletrodomésticos.

O fechamento não somente reduzirá custos indiretos, mas também ajudará a Sharp a melhorar suas capacidades de desenvolvimento de produtos porque engenheiros serão transferidos para a base de Yao, um local para pesquisa e criação de eletrodomésticos com tecnologia de ponta.
Fonte: Portal Mie com Jiji

Escassez de mão de obra oferece oportunidades para mulheres motoristas

Posted in Japão, Notícias with tags , , on 18 de junho de 2019 by vistoconsular

Companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços

mulheres motoristas
De empresas de mudança a operadoras de táxi e trens, companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços de forma particularmente dura.

Entretanto, a tomada de medidas para dar suporte às mulheres motoristas se tornou um desafio essencial para as empresas, visto que muitas mães que trabalham apontam dificuldades em balancear o trabalho e a família.

A Moving Service, grande empresa na área de mudanças, é uma das que está tentando trazer mais mulheres para trás do volante, visando aumentar o número de suas motoristas do sexo feminino do atual nível de 30 para 200 até o fim de março do ano que vem.

Em Quioto, a empresa de táxis Rakuto-taxi fundou um ramo somente de motoristas do sexo feminino, a Mitochan Taxi em 2013. O grupo emprega agora nove mulheres.

“No início houve uma reação negativa por parte de muitos motoristas homens que se mostraram céticos sobre se as mulheres estavam aptas ao trabalho”, disse a diretora Yuka Sugisaki.

“Entretanto, uma vez que começamos o serviço, a atenção das motoristas aos detalhes, como carregar a bagagem dos passageiros até a porta da frente de suas casas, foi bem recebida”, disse a diretora. “Os motoristas ficaram inspirados e a atmosfera no local de trabalho melhorou”.

A operadora de trens West Japan Railway introduziu medidas de apoio aos pais que trabalham, permitindo a eles que trabalhem menos dias e abrindo uma creche em abril com funcionamento 24 horas.

Uma condutora da JR West, que é mãe de três crianças, reduz seu trabalho mensal em até um máximo de oito dias para balancear a vida entre o trabalho e a família.

“Enquanto estou conduzindo um trem não posso sair e pegar meus filhos se eles tiverem febre na escola, disse ela. “Eu não poderia continuar trabalhando se os avós não morassem perto e ajudassem na criação delas”.

Seus comentários sugerem que mais necessidades precisam ser feitas a fim de promover as mulheres no local de trabalho. Iniciativas como a creche criada pela JR West podem fazer parte da solução.
Fonte: Portal Mie com Mainichi

Cursos para tradutores e intérpretes no Japão

Posted in Curso no Japão, Notícias with tags on 20 de maio de 2019 by vistoconsular

Cursos profissionalizantes para tradutores no Japão

curso tradutor

A Oficina de Tradutores & Intérpretes no Japão realizará cursos de aprimoramento. O projeto é realizado sob o conceito de Empreendedorismo Social, viabilizando recursos para as causas sociais da oficina, que conta com profissionais experientes e conhecimentos das terminologias exigidas nos Órgãos Públicos japoneses.

Confira abaixo os próximos cursos:

30 de junho de 2019: Intérpretes de Esportes e de Negócios
Programação
1- Intérpretes da Área Esportiva (Virgínia Seiko Takano) proferida em português
2- Intérpretes de Negócios (Kazue Matsushita) proferida em português
3- Currículo “Shokumu Keirekisho” e Orçamento “Mitsumori sho” (Kato Akemi) em japonês

Taxa de participação: 15,000 ienes
※Associados da Cooperativa de Intérpretes com a anuidade/2019 em dia, pagam somente 10,000 ienes (familiares associados, somente 1,000 ienes).

04 de agosto de 2019: Intérpretes de Serviços Públicos
Programação
1- Ética, teoria e os fundamentos básicos da Profissão do Intérprete Comunitário
-Técnicas de interpretação consecutiva (note-talking, sight translation) – Acadêmica Mizuno Makiko (Universidade Kinjo Gakuin), especialista e referência em Interpretação Comunitário do Japão, em japonês.

2- Painel de discussão com “especialistas de campo”: Intérpretes Brasileiros de Prefeitura, Escolas e Hospitais (em português)

3- Workshop do idioma português (Professor: Gilberto Yoshinaga)

Em parceria com a ATEC

Taxa de participação: 10,000 ienes
※ Associados da Cooperativa de Intérpretes com a anuidade/2019 em dia, pagam somente 5,000 ienes (familiares associados, somente 2,000 ienes).

15 de setembro de 2019: Intérpretes Médicos e Famacêuticos
Programação
1- Curso básico com a Dra. Elza Nakahagui (em português)
2- Curso “vocabulários farmacêuticos e os remédios mais utilizados no Japão com a farmacêutica japonesa Ito Miho.

Taxa de participação: 10,000 ienes
※ Associados da Cooperativa de Intérpretes com a anuidade/2019 em dia, pagam somente 5,000 ienes (familiares associados, somente 2,000 ienes).

Detalhes dos cursos acima e informações sobre a cooperativa: tradutores.jp.
Fonte: Portal Mie com Tradutores.jp

Processo seletivo para contratação temporária no Consulado-Geral de Nagoia

Posted in Japão, trabalho no japao with tags , , , on 25 de abril de 2019 by vistoconsular

Processo seletivo para a contratação temporária, por 90 dias, de Auxiliar Administrativo (AA) para a Chancelaria

auxiliar administrativo
O Consulado-Geral do Brasil em Nagoia torna pública a realização de processo seletivo para a contratação temporária, por 90 (noventa) dias, de Auxiliar Administrativo (AA) para a Chancelaria, para início das atividades na data provável de 1º de agosto de 2019.

O Auxiliar Administrativo é o funcionário contratado no Japão pelo Consulado-Geral do Brasil em Nagoia, conforme as leis trabalhistas locais, para desempenhar atividades de natureza administrativa a nível médio nas diferentes áreas de atuação do posto.

As relações trabalhistas do auxiliar Local com o Consulado-Geral do Brasil em Nagoia são regidas exclusivamente pela legislação trabalhista do Japão.

Prazo para inscrição: até as 17h do dia 17 de maio de 2019.

Clique aqui para acessar o edital completo.
Fonte: Portal Mie

Toyota e Suzuki fazem parceria para produção de carros elétricos

Posted in montadoras japonesas, produção de veículos, Suzuki, Toyota with tags on 21 de março de 2019 by vistoconsular

Tecnologias estão em rápida mudança na indústria automobilística global

Toyota Suzuki carros eletricos
A Toyota e a Suzuki disseram na quarta-feira (20) que planejam produzir veículos elétricos e carros compactos em parceria para melhor competir com as tecnologias em rápida mudança na indústria automobilística global.

O acordo sucede pacto inicial de pesquisa e desenvolvimento anunciado pelas montadoras japonesas em 2017, e resultará em mais veículos produzidos pela Suzuki para a Toyota, uma das maiores montadoras do mundo.

Embora a Suzuki seja muito menor, é uma força dominante no mercado indiano em rápido crescimento.

A Toyota é líder em tecnologia híbrida e está investindo pesadamente em direção autônoma, enquanto a Suzuki é especializada em carros compactos acessíveis. Muitas montadoras têm lutado para manter o ritmo de investimento em carros elétricos e autônomos.

Com o acordo mais recente, a Suzuki fornecerá sistemas híbridos a gasolina para carros vendidos em todo o mundo pela Toyota, que foi pioneira em veículos híbridos com o Prius há mais de 20 anos, disseram as companhias em comunicado conjunto.

Em troca, a Suzuki produzirá dois modelos compactos para a Toyota na Índia com base em seus modelos Ciaz e Ertiga.

A cooperação adicional com a Suzuki ajudará a Toyota a expandir sua presença na Índia, o quinto maior mercado de automóveis de passeio do mundo, onde tem lutado para aumentar as vendas devido à demanda baixa por seus modelos de baixo custo.

A Toyota é maior montadora do Japão, enquanto a Suzuki ocupa a quinta posição no mercado local.
Fonte: Alternativa com Reuters

%d blogueiros gostam disto: