Taxa de desemprego no Japão encerra 2010 em 5,1%

O índice de desemprego do Japão fechou 2010 em 5,1%, sem variação com relação ao ano anterior, em meio a um período de desaceleração econômica no país, informou o Governo japonês nesta sexta-feira.

Em 2010, o número de pessoas desempregadas foi de 3,34 milhões, cerca de 20 mil menos que em 2009, segundo um relatório do Ministério do Interior japonês.

O número de pessoas empregadas em 2010 foi de 62,56 milhões, 260 mil trabalhadores menos que no ano anterior.

O setor da manufatura perdeu 250 mil postos de trabalho em 2010, aos 10,48 milhões, enquanto o setor de construção cortou 190 mil vagas, aos 4,98 milhões.

O Governo também informou que em dezembro o índice de desemprego caiu 4,9% com relação ao mês anterior.

O Banco do Japão prevê que no ano fiscal de 2010, que será finalizado em março, o PIB crescerá 3,3%, nível que cairá para 1,6% em 2011. A expectativa é que a economia japonesa supere “gradualmente” a desaceleração para retomar o caminho da “recuperação moderada”.

O Governo japonês indicou ainda nesta sexta-feira que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) desceu 1% em 2010, na comparação com o ano anterior.

Em uma economia que sofre há quase dois anos com a deflação, o Ministério do Interior japonês também informou que em dezembro o IPC foi de 0,4%, encerrando uma série de 22 meses de retrocesso.

O Banco do Japão previu em seu último relatório que no ano fiscal de 2010 o IPC terá queda de 0,3%. Para 2011, é esperada inflação de 0,3%, índice que sobrará em 2012.
Fonte: G1 com EFE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: