Aumento no salário mínimo no Japão entra em vigor, mas ainda está abaixo de outros países desenvolvidos

aumento salario minimo japaoUm aumento do salário mínimo por hora trabalhada entrou em vigor no Japão no último dia 18 de outubro, mas continua sendo inferior à media de outros países desenvolvidos, informou uma reportagem do jornal Mainichi.

O aumento médio de ¥18 por hora, o maior aumento desde que a média salarial mínima começou a usar a taxa horária para o cálculo, é o quarto aumento anual consecutivo na casa dos dois dígitos. Ainda assim, outros países têm salários mínimos equivalentes a mais de ¥1.000 por hora. O salário mínimo em Tóquio, que é o maior do Japão, é de ¥907 por hora.

O salário mínimo do Japão é calculado de acordo com o custo de vida local, portanto, pode varia de acordo com a região. Nas províncias de Okinawa, Tottori e Miyazaki, o salário mínimo é de ¥693 por hora.

Para ilustrar a dificuldade de quem ganha pouco em uma cidade como Tóquio, o jornal entrevistou Minori Hayashi, 27 anos, funcionária de um escritório de advocacia. Para reduzir os custos com alimentos, ela disse ao jornal que come frequentemente brotos de feijão como prato principal. Em uma discussão com sua mãe, que estava preocupada com sua saúde, ela teria argumentado: “Ter alimento no prato é mais importante do que a saúde futura”.

Hayashi ganha ¥1.100 por hora, que é acima do salário mínimo de Tóquio, mas, mesmo assim, seu orçamento é apertado. Ela diz que trabalha 7 horas e meia por dia, folgando nos fins de semana. Se ela trabalhar 22 dias por mês, ela ganha cerca de ¥180,000, de onde é subtraído o aluguel (¥60 mil), conta de celular (¥10 mil), contas de energia, gás e água (¥10 mil, somados), e cera de ¥4 mil de seguro de saúde.

Além disso, todos os meses ela paga ¥20 mil de uma dívida de ¥3 milhões, feita para pagar os custos de sua universidade. Hayashi disse ao jornal que às vezes não consegue pagar a parcela da pensão nacional (cerca de ¥15 mil).

Hayashi começou a procurar emprego logo após a crise financeira de 2008, desencadeada pelo colapso do Lehman Brothers. Desde então, ela disse que não conseguiu encontrar um emprego estável. O seu trabalho atual, segundo ela, é o primeiro onde ela ganha mais de ¥1,000 por hora.
Fonte: IPC Digital

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: