Arquivo para dezembro, 2019

“Japão já está em leve recessão”, alerta ex-presidente do banco central

Posted in economia do Japão, Notícias with tags , on 20 de dezembro de 2019 by vistoconsular

A forte figura do PIB contradiz outros dados que mostram uma imagem mais fraca da economia

presidente do Banco do JapãoA economia do Japão pode já estar em recessão e se recuperará apenas modestamente no próximo ano, forçando o banco central a manter seu enorme estímulo apesar dos custos crescentes, disse o ex-presidente do Banco do Japão, Hideo Hayakawa, na última quarta-feira (18).

“Está claro que o Japão já entrou em recessão leve”, afirmou Hayakawa. “A economia se recuperará em algum momento no primeiro semestre do próximo ano, mas de uma maneira tão pequena que poucos devem sentir.”

Dada sua munição, o BOJ deve adiar a expansão dos estímulos, a menos que um choque externo ou de mercado cause um golpe mais severo à economia, disse Hayakawa, que mantém contato próximo com os responsáveis ​​pelas políticas do banco central.

A estagnação econômica prolongada, no entanto, também impedirá o banco central de normalizar as políticas em modo de crise em breve, disse ele.

“Com a inflação muito distante da meta de 2%, o BOJ não poderá voltar atrás em breve”, disse Hayakawa.

“O melhor que provavelmente pode fazer é normalizar furtivamente” ou continuar diminuindo as compras de ativos, disse ele à Reuters.

O BOJ manteve as políticas estáveis ​​na quinta-feira, com sinais de progresso nas negociações comerciais EUA-China, que pressionam o banco central a usar seu kit de ferramentas de políticas esgotado.

A economia do Japão cresceu 1,8% em termos anualizados no terceiro trimestre, marcando o quarto período consecutivo de expansão, mostraram dados do Produto Interno Bruto (PIB).

Mas a forte figura do PIB contradiz outros dados que mostram uma imagem mais fraca da economia, como queda nas exportações e na produção atribuída à lenta demanda global, disse Hayakawa, agora economista sênior do Instituto de Pesquisa Fujitsu.

Enquanto a economia do Japão deve se recuperar no próximo ano, qualquer retomada será modesta, já que as incertezas no exterior e o lento crescimento dos salários pesam nas exportações e no consumo, disse ele.

É improvável que as despesas de capital fortaleçam tanto quanto muitas empresas já passaram anos aumentando os gastos, acrescentou.

Enquanto os Estados Unidos e a China avançam no sentido de desacelerar sua amarga guerra comercial, a queda na atividade de manufatura global já afetou a economia do Japão, a terceira maior do mundo.

A produção das fábricas registrou sua maior queda em dois anos em outubro e o sentimento comercial dos grandes fabricantes caiu para o pior nível em quase sete anos no quarto trimestre. As exportações também caíram pelo 12º mês consecutivo em novembro.

Muitos analistas esperam que a economia se contraia no trimestre atual, porque o aumento do imposto sobre vendas que vigorou em outubro deve esfriar o consumo.
Fonte: Alternativa com Reuters

%d blogueiros gostam disto: