Archive for the Japão Category

Asiáticos estão mais interessados em trabalhar na Coreia do Sul do que no Japão

Posted in Japão, Notícias with tags , , , , , , on 20 de janeiro de 2020 by vistoconsular

Pesquisa da JICA revelou que o país vizinho tem condições mais atrativas

Associação de Nações do Sudeste Asiático
A Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) divulgou em um fórum na última quinta-feira (16), o relatório interino de uma pesquisa com cidadãos da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), sobre trabalho no exterior.

Membros da JICA revelaram que os cidadãos de nações como Filipinas, Vietnã e Indonésia, tem preferido trabalhar na Coreia do Sul do que no Japão, devido as melhores condições oferecidas aos asiáticos estrangeiros.

A Agência revelou um sistema estabelecido, em que muitos asiáticos escolhem o Japão quando não são reconhecidos pelo país vizinho.

O governo japonês possui há anos o sistema de estagiários estrangeiros (Ginou Jishu) que visa, entre outras coisas, garantir a mão de obra necessária para suprir os buracos deixados pelo encolhimento populacional.

O sistema, no entanto, já enfrentou diversas criticas e problemas como exploração de mão de obra e falta de pagamento de horas extras. Muitas denúncias serviram como base para melhorias, como proibir que empresas que não cumprem as normas trabalhistas contratem mais estagiários.

No Fórum, ficou constatado que os membros de cada nação permanecem positivos quanto a perspectiva de trabalho em países estrangeiros. Porém, a Coreia do Sul tem se mostrado uma opção melhor do que o Japão e atrai mais procura daqueles interessados em sair de seus países de origem.

De acordo com uma reportagem do portal BLOGOS, especialistas fizeram sugestões para que o Japão possa resolver o problema. Uma delas foi o aumento da transparência de informações para os interessados em trabalhar no país.

Um especialista chegou a dizer que o ideal seria abolir o sistema de estágios e migrar os estrangeiros para o “tokutei gino”, novo sistema que foi implementado em abril do ano passado para aceitar a entrada de trabalhadores estrangeiros com conhecimento ou experiência em diversas áreas.

A pesquisa da JICA visa captar a real situação da mão de obra asiática no país, para que seja possível implementar melhorias.

Dados de junho de 2019 mostram que cerca de 368 mil estrangeiros estão no Japão pelo sistema de estágios. O governo japonês pretende atrair ao país pelo menos 350 mil estrangeiros até 2024, que devem trabalhar com a nova categoria de vistos lançada em abril do ano passado.

De acordo com a reportagem, o governo está empenhado em garantir benefícios mútuos entre o sistema econômico e a mão de obra estrangeira.

Durante este ano, o governo deve investigar os sistemas de acolhimento de mão de obra estrangeira de outros países e como estão funcionando na prática.
Outro foco é uma pesquisa com ex-estagiários que voltaram para as suas nações de origem.

O levantamento de informações está programado até novembro deste ano.
Fonte: Alternativa

Microsoft testa trabalho de 4 dias por semana no Japão e produtividade sobe 40%

Posted in Japão, Notícias with tags , on 6 de novembro de 2019 by vistoconsular

As medidas para melhorar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal estão se espalhando entre as grandes empresas

Microsoft Japan
A Microsoft Japan realizou um teste de quatro dias de trabalho e três folgas semanais com 2.300 os funcionários no mês de agosto e constatou um aumento de 40% na produtividade nesse período, infomou a empresa na última segunda-feira (4).

“Trabalhe menos tempo, descanse bem e aprenda muito. É necessário ter um ambiente que permita ao funcionário sentir seu propósito na vida e causar um impacto maior no trabalho”, disse ao jornal Mainichi Takuya Hirano, presidente da Microsoft Japan, antes do teste com folgas às sextas-feiras, sábados e domingos.

Além disso, a empresa ofereceu apoio financeiro de até 100 mil ienes para que os funcionários aproveitassem o tempo livre com viagens em família ou desenvolvimento de novas habilidades. Os salários não serão afetados.

Para aumentar a produtividade, a Microsoft Japan pediu aos funcionários que se comuniquem com mais frequência por meio de uma ferramenta de bate-papo online, em vez de realizar reuniões e enviar e-mails.

Quando há necessidade de realizar reuniões presenciais, os funcionários foram solicitados a concluí-las em 30 minutos e limitar o número de participantes a cinco, no máximo.

Além do aumento de produtividade, a Microsoft Japan registrou queda de 20% no consumo de energia.

As medidas para melhorar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal dos funcionários, criadas pelo governo japonês, estão se espalhando entre as grandes empresas, à medida que elas encorajam trabalhadores com ou sem compromissos familiares a reduzir horas de trabalho.

Embora seja improvável que a semana de quatro dias de trabalho se torne comum no Japão em breve, uma pesquisa recente mostrou que a grande maioria dos trabalhadores japoneses vê a ideia de maneira favorável.

Uma grande reforma trabalhista entrou em vigor em abril deste ano e o governo japonês espera que as mudanças melhorem as condições laborais em um país onde o karoshi (morte por excesso de trabalho) se tornou um grave problema.

A reforma criou novas regras, incluindo limite de horas extras e concessão de férias remuneradas, os dois itens que mais afetam diretamente os trabalhadores.
Fonte: Alternativa

Produção das fábricas contrai pelo sétimo mês no Japão

Posted in Japão, Notícias with tags , on 1 de agosto de 2019 by vistoconsular

As empresas reduziram os estoques e as compras de insumos para manter os custos, segundo uma pesquisa

produção fábricas
A produção das fábricas contraiu pelo sétimo mês e caiu no ritmo mais rápido em quatro meses, sugerindo que a redução está atingindo a economia japonesa, dependente de exportação, segundo um relatório.

“Os indicadores prospectivos da pesquisa sugerem que os fabricantes no Japão estão preparados para outro trimestre difícil, já que as empresas reduziram os estoques e as compras de insumos para manter os custos”, disse Joe Hayes, economista da IHS Markit, que compila a pesquisa.

O enfraquecimento da leitura de julho se ajusta aos números oficiais, como a produção industrial e as exportações, mostrando que a economia está sentindo o aperto do impasse comercial entre os EUA e a China e a demanda enfraquecendo globalmente.

Itens individuais no relatório enfatizaram ainda mais as perspectivas sombrias para o Japão, a terceira maior economia do mundo.

O total de novos pedidos e as novas encomendas de exportação mostraram novamente retração, embora a um ritmo reduzido em comparação com junho.

Os níveis de compras das empresas estavam no menor nível em três anos devido ao enfraquecimento dos requisitos de produção e aos volumes de estoque já suficientes.

“Mais sinais de que a desaceleração da indústria tornou-se profundamente enraizada ficou evidente nos dados de preços”, disse Hayes, da IHS Markit.

“Os custos de produção foram reduzidos no ritmo mais rápido em quase três anos, em meio a esforços crescentes para estimular a demanda lenta”, acrescentou.
Fonte: Alternativa com Reuters

Setor de transporte marítimo paga salário de ¥470 mil, mas não atrai jovens no Japão

Posted in Japão, Notícias with tags , , on 25 de julho de 2019 by vistoconsular

Mais da metade dos trabalhadores dessa área tem mais de 50 anos
transporte marítimo japao
O setor de transporte marítimo de carga está passando por um grave problema de falta de mão de obra no Japão, segundo uma reportagem da emissora NHK.

Apesar do salário médio de ¥470 mil, as empresas do setor não estão conseguindo contratar jovens. E quando aparecem trabalhadores novos, muitos deles desistem nos primeiros meses.

Mais da metade dos trabalhadores do setor tem mais de 50 anos, segundo a NHK. O tipo de função pode variar de acordo com a experiência e os cursos feitos pelos candidatos, mas de uma forma geral o trabalho é pesado.

O principal motivo para a falta de mão de obra pode estar no sistema de trabalho. Os funcionários das empresas de transporte marítimo normalmente ficam três meses dentro de um navio e depois descansam um mês.

Eles trabalham cerca de 14 horas por dia e não podem reclamar do excesso de carga horária porque o setor não precisa obedecer as normas trabalhistas impostas pelo governo. Há uma lei específica que dita as regras, chamada Senin-hou (船員法), ou Lei para Tripulantes de Navios.

Um trabalhador com idade na faixa dos 40 anos disse à NHK que foi atraído pelo salário e pela possibilidade de promoção corforme for adquirindo experiência e técnica.

Um homem de aproximadamente 50 anos que atua no setor reclamou do estresse, que é sentido principalmente quando o fim do trabalho é prorrogado e o descanso de um mês diminui.

O transporte marítimo é um importante setor no Japão e só perde para os caminhões em volume de carga.
Fonte: Alternativa

Sharp fechará unidades em Nara e Osaka

Posted in Fábrica no Japão, Japão, Notícias with tags , , , , on 8 de julho de 2019 by vistoconsular

O fechamento não somente reduzirá custos indiretos, mas também ajudará a Sharp a melhorar suas capacidades de desenvolvimento de produtos

sharp
A Sharp fechará suas bases em Katsuragi (Nara) e Hirano (Osaka), ambas no oeste do Japão, dentro do ano fiscal de 2020, soube-se em 05 de julho.

A fabricante de eletrônicos consolidará as funções das duas bases na de Yao, em Osaka. Nenhum funcionário será demitido.

A base de Katsuragi, que tem cerca de 300 trabalhadores, conduz pesquisa e desenvolvimento de painéis solares.

Cerca de 500 funcionários trabalham na base de Hirano, que lida com vendas de impressoras multifunções e tem uma instalação para reparo de eletrodomésticos.

O fechamento não somente reduzirá custos indiretos, mas também ajudará a Sharp a melhorar suas capacidades de desenvolvimento de produtos porque engenheiros serão transferidos para a base de Yao, um local para pesquisa e criação de eletrodomésticos com tecnologia de ponta.
Fonte: Portal Mie com Jiji

Escassez de mão de obra oferece oportunidades para mulheres motoristas

Posted in Japão, Notícias with tags , , on 18 de junho de 2019 by vistoconsular

Companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços

mulheres motoristas
De empresas de mudança a operadoras de táxi e trens, companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços de forma particularmente dura.

Entretanto, a tomada de medidas para dar suporte às mulheres motoristas se tornou um desafio essencial para as empresas, visto que muitas mães que trabalham apontam dificuldades em balancear o trabalho e a família.

A Moving Service, grande empresa na área de mudanças, é uma das que está tentando trazer mais mulheres para trás do volante, visando aumentar o número de suas motoristas do sexo feminino do atual nível de 30 para 200 até o fim de março do ano que vem.

Em Quioto, a empresa de táxis Rakuto-taxi fundou um ramo somente de motoristas do sexo feminino, a Mitochan Taxi em 2013. O grupo emprega agora nove mulheres.

“No início houve uma reação negativa por parte de muitos motoristas homens que se mostraram céticos sobre se as mulheres estavam aptas ao trabalho”, disse a diretora Yuka Sugisaki.

“Entretanto, uma vez que começamos o serviço, a atenção das motoristas aos detalhes, como carregar a bagagem dos passageiros até a porta da frente de suas casas, foi bem recebida”, disse a diretora. “Os motoristas ficaram inspirados e a atmosfera no local de trabalho melhorou”.

A operadora de trens West Japan Railway introduziu medidas de apoio aos pais que trabalham, permitindo a eles que trabalhem menos dias e abrindo uma creche em abril com funcionamento 24 horas.

Uma condutora da JR West, que é mãe de três crianças, reduz seu trabalho mensal em até um máximo de oito dias para balancear a vida entre o trabalho e a família.

“Enquanto estou conduzindo um trem não posso sair e pegar meus filhos se eles tiverem febre na escola, disse ela. “Eu não poderia continuar trabalhando se os avós não morassem perto e ajudassem na criação delas”.

Seus comentários sugerem que mais necessidades precisam ser feitas a fim de promover as mulheres no local de trabalho. Iniciativas como a creche criada pela JR West podem fazer parte da solução.
Fonte: Portal Mie com Mainichi

Processo seletivo para contratação temporária no Consulado-Geral de Nagoia

Posted in Japão, trabalho no japao with tags , , , on 25 de abril de 2019 by vistoconsular

Processo seletivo para a contratação temporária, por 90 dias, de Auxiliar Administrativo (AA) para a Chancelaria

auxiliar administrativo
O Consulado-Geral do Brasil em Nagoia torna pública a realização de processo seletivo para a contratação temporária, por 90 (noventa) dias, de Auxiliar Administrativo (AA) para a Chancelaria, para início das atividades na data provável de 1º de agosto de 2019.

O Auxiliar Administrativo é o funcionário contratado no Japão pelo Consulado-Geral do Brasil em Nagoia, conforme as leis trabalhistas locais, para desempenhar atividades de natureza administrativa a nível médio nas diferentes áreas de atuação do posto.

As relações trabalhistas do auxiliar Local com o Consulado-Geral do Brasil em Nagoia são regidas exclusivamente pela legislação trabalhista do Japão.

Prazo para inscrição: até as 17h do dia 17 de maio de 2019.

Clique aqui para acessar o edital completo.
Fonte: Portal Mie

%d blogueiros gostam disto: