Arquivo para Banco do Japão

Banco do Japão mantém taxas de juros entre 0% e 0,1%

Posted in Notícias with tags on 15 de fevereiro de 2011 by vistoconsular

Medida visa dar estabilidade ao mercado financeiro e impulsionar o crescimento econômico do país

O Banco do Japão (BOJ) manteve nesta terça-feira as taxas de juros entre 0% e 0,1% e melhorou sua avaliação sobre a economia japonesa ao assinalar que sai “gradualmente” da fase de desaceleração.

“Espera-se que a economia japonesa saia de sua fase atual de desaceleração e retorne ao caminho da recuperação moderada”, indicou um comunicado emitido pelo BOJ após sua reunião mensal de dois dias, destinada a analisar sua política monetária e a situação da economia do país.

O organismo regulador também indicou que a produção e as exportações japonesas dão sinais de alta, em um contexto em que a economia mundial começou a crescer novamente liderada pelas economias emergentes e exportadoras de matérias-primas.

Além disso, o BOJ assegurou que manterá sua política de flexibilização monetária e os esforços para manter a estabilidade do mercado financeiro e impulsionar o crescimento econômico do país. A decisão de manter as taxas de juros entre 0% e 0,1%, nível em que se encontram desde outubro, inscreve-se nessa política, segundo o BOJ.

A reunião do Banco do Japão foi concluída um dia depois de o Governo do Japão anunciar que o Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu 1,1% entre outubro e dezembro na comparação anual, o que representa a primeira queda desde o período julho-setembro de 2009.

O número confirma a ascensão da China à condição de segunda maior economia do mundo, deixando o Japão para trás. Segundo as estimativas divulgadas pelo BOJ em janeiro, a economia japonesa crescerá 3,3% no ano fiscal de 2010, que será concluído em março.
Fonte: iG com EFE

BC do Japão mantém juro e vê ritmo mais fraco de queda de preços

Posted in Notícias e política with tags on 26 de janeiro de 2010 by vistoconsular

da Reuters, em Tóquio

O Banco do Japão (banco central do país) previu nesta terça-feira uma queda
ligeiramente menor dos preços ao consumidor no ano encerrando em abril, devido em grande parte à alta dos custos do petróleo. O banco central também reiterou que manterá as condições monetárias bastante afrouxadas.

O banco também manteve a taxa básica de juro do Japão em 0,1%, em linha com o esperado. A decisão foi unânime.

Segundo a autoridade monetária japonesa, a deflação no país ainda deve
persistir por três anos. O banco manteve os prognósticos de crescimento
econômico feitos há três meses.

No fim de dezembro, o governo informou que pretende alcançar um crescimento econômico aproximado de 2% durante a próxima década, apoiado na criação de quase cinco milhões de postos de trabalho e em medidas ambientais.

O plano do governo é gerar em 2020 um PIB (Produto Interno Bruto) de 650
trilhões de ienes (US$ 7 trilhões). Para o ano fiscal em curso (que termina em
março de 2010), está previsto um PIB de 473 trilhões de ienes (US$ 5,1
trilhões).