Arquivo para Banco do Japão

“Japão já está em leve recessão”, alerta ex-presidente do banco central

Posted in economia do Japão, Notícias with tags , on 20 de dezembro de 2019 by vistoconsular

A forte figura do PIB contradiz outros dados que mostram uma imagem mais fraca da economia

presidente do Banco do JapãoA economia do Japão pode já estar em recessão e se recuperará apenas modestamente no próximo ano, forçando o banco central a manter seu enorme estímulo apesar dos custos crescentes, disse o ex-presidente do Banco do Japão, Hideo Hayakawa, na última quarta-feira (18).

“Está claro que o Japão já entrou em recessão leve”, afirmou Hayakawa. “A economia se recuperará em algum momento no primeiro semestre do próximo ano, mas de uma maneira tão pequena que poucos devem sentir.”

Dada sua munição, o BOJ deve adiar a expansão dos estímulos, a menos que um choque externo ou de mercado cause um golpe mais severo à economia, disse Hayakawa, que mantém contato próximo com os responsáveis ​​pelas políticas do banco central.

A estagnação econômica prolongada, no entanto, também impedirá o banco central de normalizar as políticas em modo de crise em breve, disse ele.

“Com a inflação muito distante da meta de 2%, o BOJ não poderá voltar atrás em breve”, disse Hayakawa.

“O melhor que provavelmente pode fazer é normalizar furtivamente” ou continuar diminuindo as compras de ativos, disse ele à Reuters.

O BOJ manteve as políticas estáveis ​​na quinta-feira, com sinais de progresso nas negociações comerciais EUA-China, que pressionam o banco central a usar seu kit de ferramentas de políticas esgotado.

A economia do Japão cresceu 1,8% em termos anualizados no terceiro trimestre, marcando o quarto período consecutivo de expansão, mostraram dados do Produto Interno Bruto (PIB).

Mas a forte figura do PIB contradiz outros dados que mostram uma imagem mais fraca da economia, como queda nas exportações e na produção atribuída à lenta demanda global, disse Hayakawa, agora economista sênior do Instituto de Pesquisa Fujitsu.

Enquanto a economia do Japão deve se recuperar no próximo ano, qualquer retomada será modesta, já que as incertezas no exterior e o lento crescimento dos salários pesam nas exportações e no consumo, disse ele.

É improvável que as despesas de capital fortaleçam tanto quanto muitas empresas já passaram anos aumentando os gastos, acrescentou.

Enquanto os Estados Unidos e a China avançam no sentido de desacelerar sua amarga guerra comercial, a queda na atividade de manufatura global já afetou a economia do Japão, a terceira maior do mundo.

A produção das fábricas registrou sua maior queda em dois anos em outubro e o sentimento comercial dos grandes fabricantes caiu para o pior nível em quase sete anos no quarto trimestre. As exportações também caíram pelo 12º mês consecutivo em novembro.

Muitos analistas esperam que a economia se contraia no trimestre atual, porque o aumento do imposto sobre vendas que vigorou em outubro deve esfriar o consumo.
Fonte: Alternativa com Reuters

Banco do Japão mantém taxas de juros entre 0% e 0,1%

Posted in Notícias with tags on 15 de fevereiro de 2011 by vistoconsular

Medida visa dar estabilidade ao mercado financeiro e impulsionar o crescimento econômico do país

O Banco do Japão (BOJ) manteve nesta terça-feira as taxas de juros entre 0% e 0,1% e melhorou sua avaliação sobre a economia japonesa ao assinalar que sai “gradualmente” da fase de desaceleração.

“Espera-se que a economia japonesa saia de sua fase atual de desaceleração e retorne ao caminho da recuperação moderada”, indicou um comunicado emitido pelo BOJ após sua reunião mensal de dois dias, destinada a analisar sua política monetária e a situação da economia do país.

O organismo regulador também indicou que a produção e as exportações japonesas dão sinais de alta, em um contexto em que a economia mundial começou a crescer novamente liderada pelas economias emergentes e exportadoras de matérias-primas.

Além disso, o BOJ assegurou que manterá sua política de flexibilização monetária e os esforços para manter a estabilidade do mercado financeiro e impulsionar o crescimento econômico do país. A decisão de manter as taxas de juros entre 0% e 0,1%, nível em que se encontram desde outubro, inscreve-se nessa política, segundo o BOJ.

A reunião do Banco do Japão foi concluída um dia depois de o Governo do Japão anunciar que o Produto Interno Bruto (PIB) do país caiu 1,1% entre outubro e dezembro na comparação anual, o que representa a primeira queda desde o período julho-setembro de 2009.

O número confirma a ascensão da China à condição de segunda maior economia do mundo, deixando o Japão para trás. Segundo as estimativas divulgadas pelo BOJ em janeiro, a economia japonesa crescerá 3,3% no ano fiscal de 2010, que será concluído em março.
Fonte: iG com EFE

BC do Japão mantém juro e vê ritmo mais fraco de queda de preços

Posted in Notícias e política with tags on 26 de janeiro de 2010 by vistoconsular

da Reuters, em Tóquio

O Banco do Japão (banco central do país) previu nesta terça-feira uma queda
ligeiramente menor dos preços ao consumidor no ano encerrando em abril, devido em grande parte à alta dos custos do petróleo. O banco central também reiterou que manterá as condições monetárias bastante afrouxadas.

O banco também manteve a taxa básica de juro do Japão em 0,1%, em linha com o esperado. A decisão foi unânime.

Segundo a autoridade monetária japonesa, a deflação no país ainda deve
persistir por três anos. O banco manteve os prognósticos de crescimento
econômico feitos há três meses.

No fim de dezembro, o governo informou que pretende alcançar um crescimento econômico aproximado de 2% durante a próxima década, apoiado na criação de quase cinco milhões de postos de trabalho e em medidas ambientais.

O plano do governo é gerar em 2020 um PIB (Produto Interno Bruto) de 650
trilhões de ienes (US$ 7 trilhões). Para o ano fiscal em curso (que termina em
março de 2010), está previsto um PIB de 473 trilhões de ienes (US$ 5,1
trilhões).

%d blogueiros gostam disto: