Arquivo para companhias japonesas

Escassez de mão de obra oferece oportunidades para mulheres motoristas

Posted in Japão, Notícias with tags , , on 18 de junho de 2019 by vistoconsular

Companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços

mulheres motoristas
De empresas de mudança a operadoras de táxi e trens, companhias japonesas vêm recrutando mais motoristas do sexo feminino em meio a uma grave escassez de mão de obra que está atingindo o setor de serviços de forma particularmente dura.

Entretanto, a tomada de medidas para dar suporte às mulheres motoristas se tornou um desafio essencial para as empresas, visto que muitas mães que trabalham apontam dificuldades em balancear o trabalho e a família.

A Moving Service, grande empresa na área de mudanças, é uma das que está tentando trazer mais mulheres para trás do volante, visando aumentar o número de suas motoristas do sexo feminino do atual nível de 30 para 200 até o fim de março do ano que vem.

Em Quioto, a empresa de táxis Rakuto-taxi fundou um ramo somente de motoristas do sexo feminino, a Mitochan Taxi em 2013. O grupo emprega agora nove mulheres.

“No início houve uma reação negativa por parte de muitos motoristas homens que se mostraram céticos sobre se as mulheres estavam aptas ao trabalho”, disse a diretora Yuka Sugisaki.

“Entretanto, uma vez que começamos o serviço, a atenção das motoristas aos detalhes, como carregar a bagagem dos passageiros até a porta da frente de suas casas, foi bem recebida”, disse a diretora. “Os motoristas ficaram inspirados e a atmosfera no local de trabalho melhorou”.

A operadora de trens West Japan Railway introduziu medidas de apoio aos pais que trabalham, permitindo a eles que trabalhem menos dias e abrindo uma creche em abril com funcionamento 24 horas.

Uma condutora da JR West, que é mãe de três crianças, reduz seu trabalho mensal em até um máximo de oito dias para balancear a vida entre o trabalho e a família.

“Enquanto estou conduzindo um trem não posso sair e pegar meus filhos se eles tiverem febre na escola, disse ela. “Eu não poderia continuar trabalhando se os avós não morassem perto e ajudassem na criação delas”.

Seus comentários sugerem que mais necessidades precisam ser feitas a fim de promover as mulheres no local de trabalho. Iniciativas como a creche criada pela JR West podem fazer parte da solução.
Fonte: Portal Mie com Mainichi

Algumas companhias japonesas levam de volta sua produção para o Japão

Posted in Fábrica no Japão with tags on 26 de abril de 2012 by vistoconsular

Rápido crescimento dos salários na China impulsiona o retorno

O rápido crescimento dos salários na China fez com que algumas fabricantes japonesas levassem sua produção de volta ao Japão, revelou o diário Nikkei. Essa tendência é mais notória na indústria de computadores pessoais.

Por exemplo, a Hewlett-Packard Japan transferiu de volta sua produção de notebooks da China para o Japão. E atualmente produz cerca de 90% de seus computadores no arquipélago. A companhia pretende manter a produção de modelos de baixo custo na China.

work japan
Já a FDK começará a fazer ferrite no Japão outra vez depois de ter transferido toda sua produção de material magnético para a cidade chinesa de Nankín, em 2004. Para junho está programado o início das atividades de sua nova fábrica em Yamaguchi que enfocará a produção de ferrite de alto rendimento para uso em veículos elétricos.

A renda média anual nas cidades chinesas quase duplicou de 18.200 yuans (cerca de 230 mil ienes) em 2005 para 36.539 yuans em 2010, detalhou o jornal. Espera-se que a tendência crescente seja mantida, pois o governo chinês pretende aumentar o salário mínimo em 13% por ano até 2015.
Fonte: IPC Digital

%d blogueiros gostam disto: